Perfil do Escritor

Erico Verissimo (Cruz Alta, RS, 17 dez.1905 - Porto Alegre, RS, 28 nov. 1975)

Romancista, novelista, contista, biógrafo, tradutor, autor de literatura infantil, sócio fundador da Associação Rio-Grandense de Imprensa e do Instituto Cultural Brasileiro Norte-Americano.

Começa seus estudos na cidade natal, prosseguindo em Porto Alegre, no Colégio Cruzeiro do Sul. Retorna a Cruz Alta, em 1921, sem concluir o ginásio, quando seus pais se separaram.

Emprega-se num armazém, depois no Banco da Província e, finalmente, torna-se sócio da Farmácia Central, em 1926. Com vocação para as letras, música e desenho, dedica-se à leitura e, em 1929, consegue publicar seu primeiro conto: "Ladrão de Gado".

Decidido a tornar-se escritor profissional, muda-se em definitivo para Porto Alegre, em 1930, ano em que Mansueto Bernardi o emprega como secretário de redação da Revista do Globo.

Em 1931, casa-se com Mafalda Halfen Volpe, com quem tem dois filhos - Clarissa (1935) e Luis Fernando (1936). Nessa década, passa a integrar os círculos culturais sulinos e nacionais e a publicar seus primeiros romances, abrindo caminho, a partir de Clarissa, para uma carreira de sucesso internacional, destacando-se como grande narrador.

Ao lado de Henrique Bertaso, transforma a Livraria do Globo numa das casas editoras mais importantes do Brasil no período. Nessa editora, faz traduções de clássicos da literatura e publica todas as suas obras.

Nos anos 50, afastando-se da Globo, assume a direção do Departamento de Assuntos Culturais da OEA, ocasião em que reside em Washington por três anos. Recebe diversas honrarias e prêmios.

Sua obra já foi adaptada para televisão, cinema, teatro, dança, artes plásticas e traduzida em diversos idiomas - francês, alemão, espanhol, polonês, húngaro, italiano, holandês, finlandês, iouguslavo, sueco, norueguês e indochinês.

O livro O Tempo e o Vento, constituído em três volumes - O Continente (1948); O Retrato (1951), ambos em dois tomos, e O Arquipélago (1961-1962), em três - é considerado a obra prima do autor. O Acervo Literário de Erico Verissimo (ALEV), fundado em 1982, a partir de doação da família Verissimo, é coordenado pela professora da PUCRS, Dra. Maria da Glória Bordini. A documentação consiste em livros, originais, ilustrações, esboços, manuscritos, cartas, objetos e fotografias do escritor, além de farto material sobre o autor, o que permite documentar sua trajetória de vida e de intelectual no cenário nacional e estrangeiro e serve de incremento para pesquisas em âmbito local e internacional.

Grupo CEEE

Todos os direitos reservados ® 2016